[VÍDEO] – Estudo demonstra preferência por Mastectomia após QT neoadjuvante

< 1 min. de leitura

O Dr. Felipe Andrade, mastologista do Hospital Sírio-Libanês, comentou estudo sobre preferência das pacientes por mastectomia após quimioterapia neoadjuvante (QTneo), exposto no San Antonio Breast Cancer Symposium 2018, que ocorreu entre 04 e 08 de dezembro, em San Antonio (EUA).

O foco do estudo foi em pacientes jovens, com menos de 40 anos de idade, e foram avaliadas 1302 pacientes, das quais 318 (estádios clínicos I-III) haviam sido submetidas a QTneo. Desse grupo, 51% das pacientes que não eram, inicialmente, candidatas a cirurgia conservadora, mas se tornaram após o tratamento sistêmico, optaram, ainda assim, por realização de mastectomia em detrimento da cirurgia conservadora.

O Dr. Felipe ressaltou que os principais motivos para essa escolha foram a vontade da paciente em realizar essa cirurgia, por encarar uma cirurgia mais radical como uma que garantisse maior segurança e menor risco de recidiva, os antecedentes familiares de câncer ou a presença de mutação germinativa relacionada a aumento do risco para câncer de mama. O mastologista ressaltou a relevância do estudo para a prática diária, visto que essa é uma situação comum no dia a dia dos profissionais que lidam com essa população de pacientes.

A Oncologia Brasil está realizando a cobertura do SABCS 2018, diretamente de San Antonio (EUA).

Send this to a friend