Selpercatinibe tem eficácia comprovada para câncer de pulmão e de tireoide com mutações ou fusões no gene RET

3 min. de leitura

Essa é a primeira terapia-alvo dirigida para pacientes cujos tumores apresentavam alterações no RET

O selpercatinibe (LOXO-292), primeira terapia-alvo para pacientes com câncer avançado de tireoide e pulmão com mutação ou fusão no gene RET, foi aprovado no início deste mês pelo FDA americano (U.S. Food and Drug Administration) para as seguintes indicações:
• Pacientes adultos com câncer de pulmão não-pequenas células metastáticas (CPNPCm) com fusão de RET;
● Pacientes adultos e pediátricos com idade ≥ 12 anos com câncer medular de tireoide (CMT) avançado ou metastático com mutação no RET que necessitam de terapia sistêmica;
● Pacientes adultos e pediátricos com idade ≥ 12 anos com câncer de tireoide com fusão de RET, avançado ou metastático, que necessitam de terapia sistêmica e refratários ao iodo radioativo (se o iodo radioativo for apropriado).

Os resultados são de um ensaio clínico multicêntrico, aberto e com várias coortes (LIBRETTO-001, NCT03157128) em pacientes cujos tumores apresentavam alterações no RET. A identificação de alterações do gene RET foi determinada prospectivamente em laboratórios locais, usando NGS (next generation sequencing), PCR ou FISH. As principais medidas de eficácia foram a taxa de resposta (ORR) e a duração da resposta (DOR) determinada por um comitê de revisão independente e cego usando RECIST 1.1.

A eficácia da medicação para CPNPCm positivo para fusão de RET foi avaliada em 105 pacientes adultos, previamente tratados com quimioterapia com platina. O ORR foi de 64% (IC 95%: 54%, 73%); 81% dos pacientes que responderam tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais. A eficácia também foi avaliada em 39 pacientes que nunca receberam tratamento sistêmico. A ORR para esses pacientes foi de 85% (IC 95%: 70%, 94%); 58% dos pacientes que responderam tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais.

A eficácia da medicação para CTM avançado ou metastático com mutação do RET foi investigada em adultos e pacientes pediátricos (≥ 12 anos de idade). O estudo incluiu pacientes tratados anteriormente com cabozantinibe, vandetanibe ou ambos, e pacientes que não tinham recebido esses medicamentos. A ORR para os 55 pacientes tratados anteriormente foi de 69% (IC 95%: 55%, 81%); 76% que responderam tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais. A eficácia também foi avaliada em 88 pacientes não tratados anteriormente com uma terapia aprovada para CMT. A ORR para esses pacientes foi de 73% (IC 95%: 62%, 82%); 61% dos pacientes que responderam tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais.

A eficácia da medicação para câncer de tireoide com fusão de RET foi avaliada em adultos e pacientes pediátricos (≥ 12 anos de idade). O estudo envolveu 19 pacientes refratários a iodo radioativo (se apropriado) e que receberam outro tratamento sistêmico prévio e 8 pacientes refratários a iodo radioativo que não receberam nenhuma terapia adicional. A ORR para os 19 pacientes tratados anteriormente foi de 79% (IC 95%: 54%, 94%); 87% dos pacientes que responderam tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais. A eficácia também foi avaliada nos 8 pacientes que receberam iodo radioativo sem nenhuma outra terapia subsequente. Todos os 8 pacientes responderam (IC 95%: 63%, 100%) e 75% tiveram respostas com duração de 6 meses ou mais.

As reações adversas mais comuns (≥ 25%), incluindo anormalidades laboratoriais, foram: aumento do TGO e TGP, aumento da glicose, leucopenia, hipoalbuminemia, hipocalcemia, xerostomia, diarreia, aumento da creatinina, aumento da fosfatase alcalina, hipertensão, fadiga, edema, plaquetopenia, hipercolesterolemia, erupção cutânea, hiponatremia e constipação.

A dose recomendada de selpercatinibe é baseada no peso – 120 mg para pacientes com menos de 50 kg e 160 mg para aqueles com 50 kg ou mais. O selpercatinibe é tomado por via oral duas vezes ao dia com ou sem alimentos; ou com alimentos quando coadministrado com um inibidor da bomba de prótons.

Saiba mais:

ESMO 2019: LBA93 – Wirth LJ, Sherman E, Drilon A, et al. Registrational Results of LOXO-292 in Patients with RET-Altered Thyroid Cancers (LIBRETTO-001)

LIBRETTO-001: Presidential Symposium Session at the 2019 World Conference on Lung Cancer (WCLC) in Barcelona, Spain, hosted by the International Association for the Study of Lung Cancer (IASLC).

 

 

Send this to a friend