Avanços da oncologia de precisão em tumores geniturinários

2 min. de leitura

No módulo “Navegando em tumores sólidos e biomarcadores”, realizado no primeiro dia do Precision Oncology Review 2020, Dr. Denis Jardim, oncologista clínico e coordenador de Pesquisa Clínica do Hospital Sírio-Libanês, conta que o uso de biomarcadores e testes diagnósticos tem proporcionado um grande avanço na oncologia de precisão em tumores genitourinários.

O câncer de próstata é o tipo de tumor dessa região sobre o qual mais se conhece os testes disponíveis: são testes para doença localizada, testes em DNA circulante, testes germinativos, testes em CTC, etc.

Em tumores uroteliais, o biomarcador mais relevante é a expressão de PD-L1, estudado por imunohistoquímica com os dois anticorpos validados: IHC SP142/22C3. A implicação é, atualmente, selecionar os inibidores de checkpoints para serem utilizados em primeira linha em pacientes inelegíveis para cisplatina.

Já para câncer renal ainda não há biomarcadores validados para tratamento. Os tumores renais são divididos por histologia em células claras e não células claras. Também possuem correlação com genes específicos relacionados às síndromes hereditárias. Para esses genes, sim, existem medicações que podem funcionar: alteração em VHL (inibidores de VEGF – células claras 75%); Met (Met inibidores – papilar tipo 1); FH (papilar tipo 2 – bevucizumabe e erlotinibe); e BHD. Esses biomarcadores, porém, não são necessários para indicar o tratamento, mas servem como base de resposta às terapias.

Acompanhe outras notícias do Precision Oncology Review e/ou se cadastre para a transmissão de 27/08: https://www.oncologiabrasil.com.br/precision

Saiba mais:
Mateo, J et al, A framework to rank genomic alterations as targets for cancer precision medicine: the ESMO Scale for Clinical Actionability of molecular Targets (ESCAT), Ann Oncol, 2018, 29(9):1895-1902

Wabda, W et al. Analysis of the prevalence of microsatellite instability in prostate câncer and response to imune checkpoint blockade, JAMA Oncol, 2019
Pomerantz et al. DNA repair. Cancer 2017

Hussain M, Mateo J, Fizazi K, et al: PROfound: Phase 3 study of olaparib versus enzalutamide or abiraterone for metastatic castration-resistant prostate cancer with homologous recombination repair gene alterations. 2019 ESMO Congress. Abstract LBA12_PR. Presented September 30, 2019.

Antonarakis JCO PO 2020: DOI: 10.1200/PO.20.00080 JCO Precision Oncology no. 4 (2020) 367-369. Published online April 21, 2020

Schweizer, JCO PO, 2020: DOI: 10.1200/PO.19.00383 JCO Precision Oncology no. 4 (2020) 382-392. Published online April 21, 2020.

Galsky MD, Arija JÁA, Bamias A, et al. Atezolizumab with or without chemotherapy in metastatic urothelial cancer (IMvigor130): a multicentre, randomised, placebo-controlled phase 3 trial. Lancet. 2020;395(10236):1547-1557.

Rini BI, Campbell SC, Escudier B. Renal cell carcinoma. Lancet. 2009;373(9669):1119-1132.

Send this to a friend