Pembrolizumabe é voluntariamente retirado da indicação para CPPC metastático em 2ª linha pelo laboratório fabricante

< 1 min. de leitura

A aprovação acelerada foi concedida em junho de 2019. Porém, o ensaio clínico confirmatório posterior (KEYNOTE-604) não atingiu significância estatística para sobrevida global  

A indicação norte-americana de pembrolizumabe foi voluntariamente retirada, pelo laboratório fabricante, para o tratamento de pacientes com câncer de pulmão de pequenas células (CPPC) metastático, com progressão da doença, durante ou após a quimioterapia à base de platina e, pelo menos, uma outra linha de terapia anterior. A decisão foi tomada em consulta com a FDA (Food and Drug Administration) dos EUA.  

 O pembrolizumabe é um anticorpo monoclonal humanizado, que bloqueia a interação entre PD-1 e seus ligantes (PD-L1 e PD-L2), ativando os linfócitos T. 

 Essa aprovação acelerada foi concedida em junho de 2019, com base na taxa de resposta e em sua durabilidadede acordo com o KEYNOTE-158 (coorte G) e o KEYNOTE-028 (coorte C1). A aprovação contínua para esta indicação dependia da conclusão do requisito pós-comercialização, que estabelece a superioridade de pembrolizumabe conforme o ganho de sobrevida global. 

 O ensaio clínico confirmatório de fase III para esta indicação, KEYNOTE-604, atendeu a um de seus desfechos coprimários de sobrevida livre de progressão, mas não atingiu significância estatística para o outro desfecho primário de sobrevida global. 

 A decisão, entretanto, não afeta as outras indicações para o uso de pembrolizumabe. 

 Referências:  

https://ascopost.com/news/march-2021/pembrolizumabs-indication-in-small-cell-lung-cancer-is-withdrawn/?bc_md5=f6f9f66bbeb6dac9743422189e037f68&utm_source=TAP%2DEN%2D030421%2DINTL&utm_medium=email&utm_term=f6f9f66bbeb6dac9743422189e037f68  

 

Send this to a friend