NAXIVA: primeiro estudo de axitinibe para tratamento do carcinoma de células renais com trombose venosa tumoral é destaque no ASCO GU 2021

3 min. de leitura

A extensão da trombose venosa tumoral (TVT) ocorre em 4-15% dos casos de carcinoma de células renais (CCR). A classificação de Mayo distingue quatro níveis de extensão de TVT entre a veia renal e a veia cava inferior (VCI) supradiafragmática. Embora a cirurgia seja realizada com intenção curativa, a mortalidade é alta (5-15%) e as complicações podem aumentar de acordo com o nível da TVT

As taxas de sobrevida em cinco anos para pacientes com carcinoma de células renais (CCR) e trombose venosa tumoral (TVT) são baixas, chegando a, aproximadamente, 40%-65% no cenário não metastático. Durante o 2021 Genitourinary Cancers Symposium, foi apresentado o NAXIVA (NCT03494816), um estudo que avaliou a resposta do carcinoma de células renais (CCR) com trombose venosa tumoral (TVT) ao axitinibe. A hipótese dos pesquisadores é de que a terapiaalvo neoadjuvante pode reduzir o estágio da TVT, a morbidade e a mortalidade cirúrgicas, resultando em melhor sobrevida.

Trata-se de um ensaio multicêntrico de fase II, braço único, agente único, que avaliou a eficácia de axitinibe em pacientes com carcinoma de células renais de células claras (CCRcc) metastático e não metastático antes da nefrectomia e trombectomia. Ao todo, 21 pessoas foram recrutadas ao longo de um período de 24 meses entre 15 de dezembro de 2017 e 06 de janeiro de 2020 em cinco locais do Reino Unido. Elas receberam terapia durante oito semanas com axitinibe (dose inicial de 5 mg 2x ao dia, aumentando para 10 mg 2x ao dia conforme tolerado) antes da cirurgia planejada.

O desfecho primário foi a porcentagem de pacientes avaliáveis ​​com uma melhora na TVT, de acordo com a classificação de Mayo (avaliada por ressonância magnética de abdome na triagem e na semana 9, antes da cirurgia). Os desfechos secundários incluíram a mudança percentual na abordagem cirúrgica, na extensão da TVT, na taxa de resposta e na avaliação da morbidade cirúrgica pela classificação de Clavien-Dindo.

Resultados: 

A porcentagem de pacientes avaliáveis ​​com uma melhora na TVT, de acordo com a classificação de Mayo, foi de 26,58%. Além disso, 35,29% tiveram mudança na abordagem cirúrgica para uma opção menos invasiva. Houve redução percentual mediana na extensão da TVT de 21,49%.

A taxa de resposta por RECIST na população avaliável foi de 61,90% para doença estável, 14,29% de resposta parcial e 9,52% de progressão de doença. Em termos de morbidade cirúrgica, 11,76% experimentaram Clavien-Dindo 3 ou complicação maior (0 CD3, 1 CD4, 1 CD5).

Os autores concluem que NAXIVA fornece dados prospectivos únicos sobre a viabilidade da administração de axitinibe neoadjuvante para diminuir o estágio da TVT na veia cava inferior, reduzindo a extensão da cirurgia. 

 

Referências:  

  1. Stewart GD, et al. NAXIVA: A phase II neoadjuvant study of axitinib for reducing extent of venous tumor thrombus in clear cell renal cell cancer (RCC) with venous invasion. Abstract 275. 2021 Genitourinary Cancers Symposium. DOI:10.1200/JCO.2021.39.6_suppl.275

Aviso Legal: Todo conteúdo deste portal foi desenvolvido e será constantemente atualizado pela Oncologia Brasil, de forma independente e autônoma, sem qualquer interferência das empresas patrocinadoras e sem que haja qualquer obrigação de seus profissionais em relação a recomendação ou prescrição de produtos de uma das empresas. As informações disponibilizadas neste portal não substituem o relacionamento do(a) internauta com o(a) médico(a). Consulte sempre seu médico(a). 

Send this to a friend