Inibidores de PI3K são uma nova modalidade no tratamento do câncer de mama

< 1 min. de leitura

O Dr. Rafael Kaliks, oncologista clínico no Hospital Israelita Albert Einstein (SP), comentou sobre os inibidores de PI3K como uma nova modalidade no tratamento do câncer de mama, durante o Simpósio Mama Gramado de 2019. O novo medicamento pode dobrar o tempo de controle da doença positiva para receptores hormonais, agindo sobre uma via que comumente é fonte de resistência celular à hormonioterapia.

O Simpósio Câncer de Mama Gramado acontece entre os dias 29 e 31 de agosto de 2019 e conta com a cobertura da Oncologia Brasil. O objetivo do congresso é estimular a comunicação entre profissionais das mais diferentes áreas comprometidas com o cuidado de pacientes com câncer de mama, propiciando um intercâmbio produtivo de ideias e de experiências, com foco no melhor atendimento para cada paciente.

Send this to a friend