Estudo compara medicamento biológico versus biossimilar do filgrastim para câncer de mama

< 1 min. de leitura

Trabalho tinha como objetivo verificar segurança e eficácia dessas drogas em pacientes submetidas previamente à tratamento quimioterápico 

 
Dr. Roberto Hegg, Professor Associado da FMUSP e Diretor do Pérola Centro de Pesquisa e Estudos em Oncologia Ginecológica e Mamária, comenta estudo de não-inferioridade, randomizado, de fase III. 

O trabalho comparou o medicamento biológico com o biossimilar do filgrastim, com o objetivo de verificar a eficácia e segurança dessas drogas em pacientes com câncer de mama que foram submetidas à tratamento quimioterápico. Confira a análise completa do especialista no vídeo

Send this to a friend