Olaparibe mantém benefícios no câncer de pâncreas metastático, independentemente da idade

3 min. de leitura

Análise adicional do estudo POLO indica efetividade da manutenção do olaparibe, independentemente da faixa etária, no câncer de pâncreas metastático com mutação germinativa em BRCA

A eficácia e segurança do olaparibe de manutenção em câncer pancreático metastático com mutação BRCA 1 e 2 provaram ser consistentes, independentemente da idade do paciente, segundo os resultados de uma análise de subgrupo do estudo fase 3 pivotal POLO. Os dados foram apresentados no Congresso Mundial da ESMO GI 2020.

Os autores explicaram que no estudo POLO, de fase III, o tratamento de manutenção com o inibidor da poli (ADP-ribose) polimerase (PARP) proporcionou melhora estatisticamente e clinicamente significativas na sobrevida livre de progressão (SLP) versus placebo nessa população cuja doença não progrediu durante a quimioterapia de primeira linha à base de platina.

Enquanto uma análise de subgrupo publicada por Golan et al no The New England Journal of Medicine mostrou consistência do efeito do tratamento em grupos pré-especificados, o hazard ratio em pacientes com idade ≥ 65 anos foi de 1,02 (IC 95% = 0,45-2,60). Para determinar melhor a eficácia e a segurança do olaparibe em pacientes com idade ≥ 65 anos, os pesquisadores realizaram análises adicionais por faixa etária.

Enquanto 28 (30%) dos 92 pacientes no braço do olaparibe tinham idade ≥ 65 anos, no braço com placebo o número foi 13 (21%) de 62. Menos pacientes idosos apresentavam ECOG 0: 64% com idade ≥ 65 anos no braço olaparibe vs 46% no grupo placebo, e 73% vs 65% dos pacientes com idade < 65 anos, respectivamente.

Na análise dos dados em janeiro de 2019, 3 de 28 pacientes (11%) com idade ≥ 65 anos versus 7 de 64 pacientes (11%) com idade < 65 anos receberam olaparibe por pelo menos 2 anos.

Em 1 ano, 21% dos pacientes no grupo olaparibe versus 41% no grupo placebo com idade ≥ 65 anos estavam livres de progressão e, aos 2 anos, 21% no braço olaparibe vs 0% no grupo placebo permaneceram livres de progressão. No entanto, os pesquisadores chamaram atenção para o fato de que as comparações entre os grupos podem ter sido afetadas pelo pequeno número de pacientes desses subgrupos.

No total, 4 de 28 pacientes (14%) com idade ≥ 65 anos tiveram uma resposta parcial ou completa à manutenção do olaparibe vs 3 de 13 pacientes (23%) no grupo placebo. Em pacientes com idade < 65 anos, os resultados foram: 14 de 64 pacientes (22%) vs 3 de 49 pacientes (6%), respectivamente.

Entre os respondedores com idade ≥ 65 anos, a duração da quimioterapia em primeira linha foi entre 3,7 e 5,6 meses e as características basais foram consistentes com as dos respondedores mais jovens. A duração da resposta entre os pacientes mais velhos estava entre 10,2 e 32,2 meses. Além disso, três das quatro respostas estavam em andamento.

No total, 43% dos pacientes tratados com olaparibe com idade ≥ 65 anos apresentaram evento adverso de grau ≥ 3 vs 33% dos pacientes no grupo placebo (naqueles < 65 anos = 38% vs 21%, respectivamente). Eventos adversos e perfis de qualidade de vida relacionados à saúde foram consistentes entre os dois grupos etários.

No geral, a idade do paciente não afetou a eficácia da manutenção com olaparibe, entretanto os subgrupos eram pequenos. Na população geral, nenhuma característica basal foi preditiva de eficácia do olaparibe em pacientes com idade ≥ 65 anos.

Referências:
Golan T, Hammel P, Reni M, Van Cutsem E, Macarulla T, Hall MJ, Park JO, Hochhauser D, Arnold D, Oh DY, Reinacher-Schick A. Maintenance olaparib for germline BRCA-mutated metastatic pancreatic cancer. New England Journal of Medicine. 2019 Jul 25;381(4):317-27.

Kindler H, Hammel P, Reni M, et al. Maintenance olaparib in patients aged ≥65 years with germline BRCA mutation and metastatic pancreatic cancer: phase III POLO trial. Presented at: 2020 ESMO World Congress on Gastrointestinal Cancer Virtual Meeting; July 1-4, 2020; Virtual. Abstract S-O3.

Results from an additional analyses of phase III POLO trial by age group presented at ESMO World GI 2020 Virtual. News Release. ESMO. July 1, 2020.
https://www.ascopost.com/news/july-2020/effectiveness-of-maintenance-olaparib-for-germline-brca-mutated-pancreatic-cancer-across-age-groups-additional-analysis-of-the-polo-trial/

Send this to a friend