Atualizações dos dados de segurança do estudo BEACON em pacientes com câncer colorretal metastático com mutação BRAF V600E

2 min. de leitura

Os dados do estudo fase 3 BEACON mostram benefícios na sobrevida global para a combinação de encorafenibe mais cetuximabe

Dados dos eventos adversos mais prevalentes da combinação de encorafenibe mais cetuximabe encontrados no estudo BEACON, randomizado, multicêntrico e aberto, foram apresentados no Congresso Mundial da ESMO GI 2020. Os pacientes apresentavam câncer colorretal metastático com a presença da mutação BRAF V600E, com progressão da doença após um ou dois regimes de tratamento anteriores.

O desfecho primário foi sobrevida global (SG), que alcançou uma mediana de 9,3 versus 5,9 meses em comparação ao braço de quimioterapia (HR: 0,61). A taxa de resposta foi de 20% (IC 95% = 13% a 29%) versus 2% (IC 95% = 0% a 7%), respectivamente.

As reações adversas mais comuns (≥ 25%) relatadas pelos pacientes tratados com encorafenibe + cetuximabe foram fadiga, náusea, diarréia, dermatite acneiforme, dor abdominal, diminuição do apetite, artralgia e erupção cutânea.

Os eventos adversos gastrintestinais foram menos intensos em relação ao perfil de toxicidade da quimioterapia e incluíram diarreia, náuseas e vômitos. A toxicidade cutânea atingiu cerca de 75% de todos os pacientes no braço da intervenção, porém foram classificadas como leves a moderadas. As alterações laboratoriais (renais e/ou urinárias) também foram de leve intensidade, sem a necessidade de alteração de dose nem descontinuação da medicação.

Portanto, terapia com encorafenibe mais cetuximabe para pacientes com câncer colorretal metastático com mutação em BRAF V600E é uma terapia segura, sem novos efeitos adversos descritos.

Referências:
Tabernero, J et al. Management of Adverse Events associated with Encorafenib Plus Cetuximab in patients with BRAF V600E Mutant Metastatic Colorectal Cancer (The BEACON CRC Study)
Presented at: 2020 ESMO World Congress on Gastrointestinal Cancer; July 1-4, 2020; Virtual. SO-21

Kopetz S, Grothey A, Yaeger R, Van Cutsem E, Desai J, Yoshino T, Wasan H, Ciardiello F, Loupakis F, Hong YS, Steeghs N. Encorafenib, binimetinib, and cetuximab in BRAF V600E–mutated colorectal cancer. New England Journal of Medicine. 2019 Oct 24;381(17):1632-43.

Send this to a friend