EHA 2020 – Highlights de Linfoma Agressivo

4 min. de leitura

Dr. Jayr Schmidt, diretor da onco-hematologia do A.C.Camargo Cancer Center, comenta os resultados de 5 destaques da 25ª edição do EHA Annual Congress com foco em linfomas agressivos.

S236: Metotrexato em altas doses como regime profilático de acometimento do sistema nervoso central
Estudo observacional retrospectivo multicêntrico analisou o metotrexato (MTX) endovenoso (EV) como regime profilático de acometimento de sistema nervoso central (SNC) em pacientes portadores de linfoma difuso de grandes células B (LDGCB). Foi analisado o impacto na administração do esquema R-CHOP (rituximab, ciclofosfamida, doxorrubicina, vincristina e prednisona) como terapia principal no tratamento do LDGCB.

O estudo avaliou as formas de administração do MTX EV entre os ciclos do R-CHOP e ao final do tratamento com R-CHOP. Foi evidenciado que a administração intercalada ocasionou aumento de toxicidade e atrasos na administração dos ciclos de R-CHOP e que principalmente os dias de atrasos eram minimizados quando a dose intercalada era administrada antes do dia 10 após R-CHOP. No entanto não houve diferença em sobrevida livre de progressão, sobrevida global e em recaídas em SNC entre os grupos.

S233: Uso de loncastuximabe em portadores de linfoma difuso de grandes células B recidivados/refratários
Esse estudo fase 2 utilizou o loncastuximabe (ou Lonca) – um anticorpo anti-CD19 conjugado a uma droga (pirrolobenzodiazepine) no regime de monoterapia. Foram incluídos 145 pacientes com LDGCB (linfoma difuso de grandes células B) recidivados/ refratários.

Com relação a eficácia, a resposta global foi de 48% e resposta completa de 24%. As reações adversas foram manejáveis e as mais comuns foram neutropenia, plaquetopenia e elevação de gama GT. O estudo conclui que o Lonca pode ser efetivo como agente único nesta população de pacientes.

S240: ALEXANDER
O estudo fase 1 ALEXANDER avaliou o AUTO3, uma célula CAR-T bi específica contra os alvos CD19 e CD22 em associação com pembrolizumabe em pacientes com LDGCB (linfoma difuso de grandes células B) no contexto de doença recidivada ou refratária.

O objetivo desta abordagem é atuar contra os principais mecanismos de resistência que seriam a perda expressão antigênica do CD19 (racional para o alvo bi específico) e contra a exaustão das células CAR-T que é provocada pelo upregulation de moléculas PD1 e PDL1 (racional para o uso de pembrolizumabe).

Os resultados em segurança mostraram 0% de síndrome de liberação de citocinas grave ou qualquer evento de neurotoxicidade. Com relação à eficácia, 18 pacientes foram avaliáveis, sendo evidenciado 75% de resposta global com 63% de resposta completa, principalmente nas doses celulares mais elevadas. Desta forma, esse estudo deve seguir adiante e novos resultados devem ser apresentados e publicados posteriormente.

S244: Dados atualizados do PILOT
O estudo PILOT, fase 2, avaliou a célula CAR-T lisocabtagene no tratamento de 2ª linha de pacientes com linfomas B agressivos recidivados ou refratários e que foram considerados inelegíveis para transplante autólogo. Importante ressaltar que esse é o primeiro estudo com resultados da 2ª linha nessa população de pacientes – idosos acima de 70 anos ou com comorbidades significativas.

Foi demonstrado resposta global de 89% em todos os 24 pacientes respondedores. Dez dos 12 pacientes que apresentaram resposta completa em algum momento permaneceram em resposta completa até a análise interina final do estudo.

A reação adversa grau 3 ou 4 mais comum foi citopenia. Os efeitos adversos de interesse analisados demonstraram baixa incidência de síndrome de liberação de citocinas (21%) e neurotoxicidade em 10%. Sem graus 3 e 4 de síndrome de liberação de citocinas e sem grau 4 de neurotoxicidade.

Conclui-se, portanto, que a célula CAR-T lisocabtagene é segura no tratamento de 2ª linha dessa população de pacientes, que é bastante desafiadora na prática clínica.

S243: Dados atualizados do estudo de vida real do Reino Unido
O estudo de vida real do Reino Unido em pacientes com linfomas B agressivos tratados com células CAR-T anti-CD19 foi feito em uma coorte prospectiva com população intention to treat (ou com intenção de tratar). Essa coorte incluiu 253 pacientes, sendo 183 infundidos, com mediana de sobrevida global de 13,4 meses versus 2 meses nos pacientes não infundidos.

Foi demostrado que 35-40% dos pacientes que receberam a infusão podem sustentar a resposta a longo prazo. Também foi constatado que o fluxo adotado pelo serviço do Reino Unido que centraliza o acesso a essa terapia é eficiente para a seleção de pacientes elegíveis.

Se preferir ouça nosso Podcast:

Referência:
Wilson, M et al. HIGH DOSE METHOTREXATE CNS PROPHYLAXIS IN DIFFUSE LARGE B-CELL LYMPHOMA (DLBCL): A MULTICENTRE ANALYSIS OF TOXICITY AND IMPACT ON R-CHOP DELIVERY
https://library.ehaweb.org/eha/2020/eha25th/295056/matthew.wilson.high.dose.methotrexate.cns.prophylaxis.in.diffuse.large.b-cell.html?f=listing%3D0%2Abrowseby%3D8%2Asortby%3D1%2Asearch%3Ds236

Carlo-Stella, C et al. INITIAL RESULTS OF A PHASE 2 STUDY OF LONCASTUXIMAB TESIRINE, A NOVEL PYRROLOBENZODIAZEPINE-BASED ANTIBODY-DRUG CONJUGATE, IN PATIENTS WITH RELAPSED OR REFRACTORY DIFFUSE LARGE B-CELL LYMPHOMA
https://library.ehaweb.org/eha/2020/eha25th/295053/carmelo.carlo-stella.initial.results.of.a.phase.2.study.of.loncastuximab.html?f=listing%3D0%2Abrowseby%3D8%2Asortby%3D1%2Asearch%3Dloncastuximab

Ramakrishnan, A et al. PHASE 1 ALEXANDER STUDY OF AUTO3 THE FIRST BICISTRONIC CHIMERIC ANTIGEN RECEPTOR (CAR) TARGETING CD19 AND CD22 WITH PEMBROLIZUMAB IN PATIENTS WITH RELAPSED/REFRACTORY DIFFUSE LARGE B CELL LYMPHOMA
https://library.ehaweb.org/eha/2020/eha25th/295060/wendy.osborne.phase.1.alexander.study.of.auto3.the.first.bicistronic.chimeric.html?f=listing%3D4%2Abrowseby%3D8%2Asortby%3D2%2Amedia%3D3%2Aspeaker%3D782220

Ghosh, N et al. LISOCABTAGENE MARALEUCEL FOR TREATMENT OF SECOND-LINE TRANSPLANT NONELIGIBLE RELAPSED/REFRACTORY AGGRESSIVE LARGE B-CELL NON-HODGKIN LYMPHOMA: UPDATED RESULTS FROM THE PILOT STUDY
https://library.ehaweb.org/eha/2020/eha25th/295064/nilanjan.ghosh.lisocabtagene.maraleucel.for.treatment.of.second-line.html?f=listing%3D0%2Abrowseby%3D8%2Asortby%3D1%2Asearch%3Daggressive+lymphoma

Kuhnl, A et al. OUTCOME OF HIGH-GRADE LYMPHOMA PATIENTS TREATED WITH CD19 CAR-T – UPDATED REAL-WORLD EXPERIENCE IN THE UK
https://library.ehaweb.org/eha/2020/eha25th/295063/andrea.kuhnl.outcome.of.high-grade.lymphoma.patients.treated.with.cd19.car-t.html?f=menu%3D6%2Abrowseby%3D8%2Asortby%3D2%2Amedia%3D3%2Ace_id%3D1766%2Aot_id%3D23235%2Afeatured%3D16775

 

Send this to a friend