CLEAR compara três tratamentos contra câncer de rim metastático e mostra vantagem na combinação lenvatinibe e pembrolizumabe

< 1 min. de leitura

Dr. Denis Jardim, oncologista clínico do Hospital Sírio-Libanês, comenta os resultados do estudo de fase III CLEAR, apresentado no ASCO GU 2021, que comparou três esquemas de tratamento contra o câncer de rim metastático de células claras avançadas: 

  • lenvatinibe com pembrolizumabe; 
  • lenvatinibe com everolimus; 
  • apenas sunitinibe.

Após analisar os 1069 pacientes, os autores constataram que a primeira combinação promoveu resultados superiores. Ela alcançou sobrevida livre de progressão (SLP) de 23,9 meses versus 9,2 meses com sunitinibe, enquanto a combinação com everolimus teve 14,7 meses. As taxas de resposta foram 71% com pembrolizumabe, 53% com everolimus e 36% somente com sunitinibe. A tolerabilidade foi considerada boa nos três braços.

Ouça o que diz o especialista na versão podcast:

 

Referência: 

Motzer, RJ. Phase 3 trial of lenvatinib (LEN) plus pembrolizumab (PEMBRO) or everolimus (EVE) versus sunitinib (SUN) monotherapy as a first-line treatment for patients (pts) with advanced renal cell carcinoma (RCC) (CLEAR study). ASCO 2021. Apresentação oral. Fevereiro/2021.

Aviso Legal: Todo conteúdo deste portal foi desenvolvido e será constantemente atualizado pela Oncologia Brasil, de forma independente e autônoma, sem qualquer interferência das empresas patrocinadoras e sem que haja qualquer obrigação de seus profissionais em relação a recomendação ou prescrição de produtos de uma das empresas. As informações disponibilizadas neste portal não substituem o relacionamento do(a) internauta com o(a) médico(a). Consulte sempre seu médico(a).

Send this to a friend