Atualização do estudo ECHO-202/KEYNOTE-037 demonstra resultados promissores e boa tolerância com a combinação de epacadostat e pembrolizumab em pacientes com melanoma.

< 1 min. de leitura

Conforme atualização do estudo de fase 1/2 ECHO-202/KEYNOTE-037, a associação do inibidor de IDO-1 epacadostat ao pembrolizumab resultou em taxa de resposta de 56% em 65 pacientes (incluindo 14% de respostas completas) e sobrevida livre de progressão em 18 meses de 49%. A incidência de eventos adversos de grau 3 ou superior foi de 20%, reforçando a aparente boa tolerabilidade dessa combinação.

Referência: 1214O – Epacadostat plus pembrolizumab in patients with advanced melanoma: Phase 1 and 2 efficacy and safety results from ECHO-202/KEYNOTE-037 .

Send this to a friend