Abemaciclibe é incorporado ao Rol da ANS para o tratamento de câncer de mama

< 1 min. de leitura

Inibidor das enzimas CDK4 e CDK6 passa a ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde em associação com inibidores de aromatase ou com fulvestranto 

 Indicado para pacientes com câncer de mama avançado ou metastático, positivo para receptores hormonais e HER2 negativo, abemaciclibe foi incorporado ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde (ANS). O medicamento deve ser associado a um inibidor de aromatase como terapia endócrina inicial ou com fulvestranto, um degradador seletivo do receptor de estrogênio (SERD).  

Os estudos associando o inibidor enzimático com o SERD obtiveram dados relativos à sobrevida global (SG) na população com intenção de tratar. Essa SG foi de 46,7 meses no grupo da droga e 37,3 meses no grupo controle, demonstrando redução de 24% no risco relativo de morte. Vale ressaltar que em estágios avançados os avanços na SG são graduais e uma redução de 24% é significativa.  

Em associação com o inibidor de aromatasecomumente utilizado como hormonioterapia pósmenopausa, o resultado foi de uma sobrevida livre de progressão (SLP) de 28,2 meses nos pacientes do grupo abemaciclibe e 14,8 meses nos pacientes do grupo controle, um aumento de 14 meses na SLP mediana. Isso representa um desenvolvimento importante para a terapêutica avançada do câncer de mama e, com a associação a medicamentos de uso já bem estabelecido, tem-se um melhor indício do comportamento da droga em uma população maior e mais heterogênea.  

REFERÊNCIAS: 

  1. Sledge GW, Toi M, Neven P, et al. The Effect of Abemaciclib Plus Fulvestrant on Overall Survival in Hormone Receptor–Positive, ERBB2-Negative Breast Cancer That Progressed on Endocrine Therapy—MONARCH 2: Randomized Clinical Trial. JAMA Oncol. 2020;6(1):116–124. doi:10.1001/jamaoncol.2019.4782 
  1. Johnston, S., Martin, M., Di Leo, A. et al. MONARCH 3 final PFS: a randomized study of abemaciclib as initial therapy for advanced breast cancer. npj Breast Cancer5, 5 (2019). https://doi.org/10.1038/s41523-018-0097-z 

 

Send this to a friend